segunda-feira, 6 de janeiro de 2014

Designers ameaçam fechar Dolce & Gabbana por sonegação fiscal.

O fim da marca Dolce & Gabbana como a conhecemos hoje pode estar próximo. Pelo menos é isso que a afirma a dupla Domenico Dolce e Stefano Gabbana, caso o veredito do processo de evasão de impostos não seja revertido. “Se nós merecêssemos a sentença, não teríamos nada a dizer”, disse Gabbana ao Telegraph. “Mas não merecemos, e infelizmente precisaríamos fechar.” Depois de um longo processo, os designers foram considerados culpados por sonegar mais de 400 milhões de euros em impostos no último mês de junho. Como pena, foi aplicada uma multa de 440 milhões de euros e 20 meses de prisão. Eles entraram imediatamente com recurso na justiça e tudo estava seguindo normalmente até que, na semana passada, as lojas da grife em Milão foram fechadas em sinal de protesto. Quando questionados se deixariam a Itália por causa do processo eles disseram que essa não era uma opção. “Nós amamos e acreditamos na Itália. Nós acreditamos na justiça”, afirmou Gabbana. No entanto, o New York Post divulgou nesta quinta-feira, 25 de julho, que Gabbana foi visto procurando uma propriedade em Nova York.

Nenhum comentário:

Postar um comentário